I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

APROVEITE!

APROVEITE!
CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA SUPER OFERTAS PARA VOCÊ!
SEJA BEM VINDO AO TIANGUÁ AGORA, E BOA LEITURA!.

ANUNCIE AQUI!

...

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

JÁ ESTÁ NO AR!

JÁ ESTÁ NO AR!
CLIQUE NA IMAGEM!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

CURTA A MAIS NOVA PÁGINA DESTE BLOG, NO FACEBOOK!

VENHA CONHECER A MELHOR LOJA EM PRODUTOS IMPORTADOS!

VENHA CONHECER A MELHOR LOJA EM PRODUTOS IMPORTADOS!
E APROVEITE AS NOSSAS OFERTAS!

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA
ATENDIMENTO DELIVERY DO SUPRA SUPERMERCADO LIGUE: (88) 9-9210.0302/9-9737.3611/9-9434.7201

A SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM LAVANDERIA

A SUA MAIS NOVA OPÇÃO EM LAVANDERIA
LIGUE: (88) 9-92035941/9-93507751 TIANGUÁ (CE)

ASSISTÊNCIA TÉCNICA ESPECIALMENTE PARA VOCÊ!!

ASSISTÊNCIA TÉCNICA ESPECIALMENTE PARA VOCÊ!!
DIGA QUE VIU A FOTO AQUI NO TIANGUÁ AGORA E AUMENTE O SEU DESCONTO!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!
EM SOBRAL, UBAJARA E TIANGUÁ - FONES: (88) 3611-5346/99244-7730/9931-8511/3671-1144/99428-2616/99739-8777

SAIBA DE TODOS OS CONCURSOS NO BRASIL!

SAIBA DE TODOS OS CONCURSOS NO BRASIL!
BASTA CLICAR NA IMAGEM!

AQUI É O LUGAR CERTO PARA VOCÊ!

AQUI É O LUGAR CERTO PARA VOCÊ!
AV. PREFEITO JAQUES NUNES 708/TIANGUÁ (CE)

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM TIANGUÁ!

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM TIANGUÁ!
FONES: (88)3671-2174 (88)99428-3261

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!
RUA VEREADOR MANOEL FROTA 539 - CENTRO - TIANGUÁ/CE

FAZENDO VALER SUA IDEIA!

FAZENDO VALER SUA IDEIA!
FAÇA AQUI SUA DIVULGAÇÃO!

TECNO FILMES DO BRASIL

quarta-feira, 2 de março de 2016

JUSTIÇA MANDA SOLTAR MÃE CONDENADA POR MORTE DE MENINA ESPANCADA, EM SP

Criança de 1 ano morreu após ser espancada em Ribeirão Preto (Foto: Reprodução/EPTV)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou a libertação de Jacqueline Cristina Pereira, condenada em primeira instância a 64 anos e seis meses de prisão por espancar e matar a filha Kamilly Vitória Pereira, de 1 ano e 9 meses, em 2010 em Ribeirão Preto (SP).

A decisão foi tomada pela 5ª turma do STJ, presidida pelo ministro Felix Fischer, no dia 23 de fevereiro e divulgada nesta quarta-feira (2). A corte acatou pedido de habeas corpus feito pela defesa de Jacqueline, presa desde 2014 na Penitenciária de Tremembé.

O ex-marido de Jacqueline, então padrasto da menina Kamilly, André Fiúza Marçal continua preso. Ele também foi condenado em primeira instância pela morte da menina e a sentença dele é de 83 anos e 10 meses de prisão.

Segundo o advogado de Jacqueline, Antonio Carlos Oliveira, a prisão da mãe da menina Kamilly foi arbitrária. "Quando ela foi condenada aqui em Ribeirão Preto fazia já 5 anos que ela estava em liberdade, mas ela poderia recorrer em liberdade", disse.

O caso ainda não foi julgado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e o pedido de habeas corpus foi feito ao STJ depois que a Justiça paulista negou liberdade à acusada. No alvará de soltura, o ministro Fischer determina que ela cumpra medidas alternativas.

Ainda de acordo com o advogado de defesa, Jacqueline deve ser solta nesta quarta-feira.

O caso

Kamilly Vitória Pereira, de 1 ano e nove meses, foi espancada em 31 de janeiro de 2010 dentro de casa, no bairro Ipiranga. Socorrida pela mãe e por um vizinho, a criança chegou a ser levada para a Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) do bairro Sumarezinho, onde teve parada cardiorrespiratória.

De lá, ela foi transferida para o Centro de Terapia Intensiva (CTI) da unidade de emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE), mas teve morte cerebral no dia 5 de fevereiro. O laudo médico apontou que a criança sofria da síndrome do bebê espancado, ou seja, quando há violência constante. Um médico legista chegou a verificar na época que, um dia antes de morrer, a menina tinha sofrido abuso sexual.

A versão registrada pela polícia é de que a criança via televisão na sala quando Marçal começou a espancá-la. Em seguida, o padrasto teria trocado de roupa, deixado a casa, e tentado fugir para Campinas, mas foi preso.

Jacqueline, então com 20 anos, disse em depoimento à polícia que, no momento das agressões, estava na cozinha e ouviu o choro da criança, mas quando chegou à sala a menina já estava desmaiada e com vários hematomas pelo corpo.

Segundo a polícia, ela confirmou que sua filha já tinha sido espancada outras vezes pelo padrasto e que também era agredida por ele, mas nunca havia denunciado a prática porque sofria ameaças do marido.

Julgamento

Após as exposições da acusação e defesa, o júri condenou tanto Jacqueline quanto Marçal pelo espancamento e morte de Kamilly.

Na sentença, proferida pela juíza Isabel Cristina Alonso dos Santos Bezerra, o padrasto e a mãe da criança foram condenados por estupro de vulnerável e por homicídio triplamente qualificado.

As agravantes são motivo fútil, asfixia e tortura e emprego de recurso que tornou impossível a defesa da vítima. Jacqueline também foi sentenciada por omissão no crime.

AUTOR: G1/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O Tianguá Agora descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

TIANGUÁ AGORA NO TWITTER!

Real Time Analytics