I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TELEFONES IMPORTANTES!

TECNO FILMES DO BRASIL

GRUPO GEAN - ÓTICA GEAN E HOTEL GEAN

terça-feira, 22 de julho de 2014

CHRISTIANO RANGEL É CONDENADO A 4 ANOS, POR AGRESSÃO A EX-NAMORADA NA BAHIA

Acusado de agredir a ex-namorada, o empresário baiano Christiano Mascarenhas Rangel foi condenado a quatro anos de prisão pelo crime de lesão corporal e mais cinco meses pelo de ameaça, em decisão proferida pela juíza Márcia Lisboa, da Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, no dia 18 deste mês. 

A agressão foi registrada à polícia pela vítima em janeiro de 2013.
Aída Nunes agredida por ex-namorado da atriz Luana Piovani, na Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)

Rangel tem prisão preventiva decretada há mais de um ano e é considerado foragido da Justiça.

A magistrada destacou na sentença que a pena foi agravada pela Lei Maria da Penha, e deve ser cumprida em regime semiaberto. A denúncia do caso foi feita pela promotora de Justiça Luciana André Meirelles.

Na denúncia, a Promotoria informa que o acusado chegou a puxar os cabelos da ex-namorada, arremessando-a na parede e a derrubando no chão. Depois, esmurrou o rosto da namorada "por diversas vezes".

O empresário chegou a dizer que iria matar a vítima, segundo informações da Promotoria. "Após dizer várias vezes que iria matá-la, arremessou-a contra o criado mudo, continuando com as agressões, sofrendo a vítima muitas pancadas na cabeça”, aponta a denúncia. A situação fez com que a jovem desmaiasse, sendo acordada por ele em seguida, quando teria ouvido que ela tinha caído. Levada ao médico por uma prima, o profissional constatou que a situação tinha sido decorrente de agressão.

O caso
A amazona Aída Nunes, que tinha 30 anos à época da agressão, acusou o empresário e ex-namorado dela de agressão física. Ela diz ter sido agredida na madrugada do dia 12 de janeiro de 2013, na casa do empresário, no bairro da Barra, orla de Salvador. A defesa do empresário negou as acusações.

"Eu sofri tentativa de homicídio durante a comemoração do meu aniversário, um momento muito especial para mim, com todos os meus amigos presentes. Eu não sei qual é o motivo que uma pessoa tem para espancar a outra. Eu realmente não sei", disse na época.

Na mesma ocasião, ela contou que o ex-namorado, com quem se relacionou durante cerca de um ano e meio, a agrediu de outras formas algumas vezes. O casal chegou a morar junto entre abril e novembro de 2012, quando chegou ao fim o relacionamento. Artur Guimarães, advogado dela, afirmou que Aída relatou que ameaças e uma agressão anterior motivaram o fim do romance.
Aída Nunes e Cristiano Rangel na época em que namoravam (Foto: Reprodução/Jornal da Globo)

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), no bairro de Brotas. A vítima passou por exame de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT) da capital.

Fabiano Pimentel, advogado de Rangel, apresentou a versão do empresário para o ocorrido. “Rangel e Aída se encontraram por acaso em um bar, cada um sentou em sua mesa e assim ficaram por toda a noite. Na hora de ir embora uma prima pediu que ele voltasse ao bar, pois Aída estava se desentendendo com outras pessoas no bar. Ele retornou, pagou a conta dela, e resolveu levá-la a casa de uns tios, pois ele percebeu que ela estava embriagada, sem condições nenhuma de dirigir", disse.

O G1 teve acesso ao boletim de ocorrência do caso. De acordo com o documento policial, a vítima teria sido espancada pelo empresário e ficou no apartamento até o começo da manhã do dia seguinte, quando teria sido resgatada por uma prima e levada ao Hospital Português, onde recebeu atendimento médico.

O suspeito ficou conhecido por já ter namorado a atriz Luana Piovani. Informada por um seguidor do Twitter sobre o caso envolvendo seu ex-namorado, a atriz chegou a comentar o assunto na rede social: “Tô completamente chocada, horrorizada. Se ele fez isso, tem que responder por isso. Ela [vítima] que seja forte e não desista da justiça. Vamos ver como encararão a Maria da Penha [Lei], pois não acho justo só casadas terem essa guarita.”

AUTOR: G1/BA

134 CIDADES DO CEARÁ ATINGEM 100% DA META ESCOLAR

Nos meses de abril e maio, 96,1% dos alunos cumpriram condicionalidade de frequência mínima escolar em todo o Estado (Foto: O Povo)

Nos meses de abril e maio, 54.282 alunos de escolas públicas do Ceará, cadastrados no programa Bolsa Família, do Governo Federal, atingiram frequência de 100% nas aulas. Do total dos estudantes no Estado, 96,1% alcançaram a meta mínima, o que resulta num total de 1.068.118 estudantes. Em todo o País, a meta foi cumprida por 96,4% dos alunos, ou seja, mais de 14 milhões de estudantes atingiram o perfil mínimo.

Os dados fazem parte do Sistema Presença, ferramenta do Ministério da Educação para o registro da presença às aulas dos beneficiários do programa. No Ceará, um total de treze cidades conseguiu alcançar os 100% de frequência entre seus alunos nesse período. 

Elas são: 

Penaforte, Aiuaba, Baixio, Bela Cruz, Cariús, Farias Brito, Independência, Penaforte, Potiretama, Quixeramobim, Santana do Acaraú, Tauá e Umirim.

A condicionalidade da educação requer que os alunos beneficiários de 6 a 15 anos frequentem pelo menos 85% das aulas. Já os jovens beneficiários, entre 16 e 17 anos, devem ter frequência de, no mínimo, 75%.

Nas regiões Norte e Nordeste, 98,3% e 97,8% dos estudantes acompanhados, respectivamente, cumpriram a frequência. Em seguida, vêm o Centro-Oeste (96,2%), o Sul (94,2%) e o Sudeste (93,5%). Os estudantes indígenas, quilombolas e da área rural apresentaram resultados acima da média nacional: 97,7%, 98,1% e 97,7%, respectivamente.

Nos casos de jovens com baixa frequência escolar, a equipe de assistência social do município é orientada a avaliar os motivos indicados pela área de educação. Em algumas situações, o acompanhamento dessas famílias é realizado pela rede de serviço socioassistencial.

Acompanhamento

O acompanhamento da frequência escolar é feito a cada dois meses pelo MEC, com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e em parceria com as áreas de educação dos municípios, dos estados e do Distrito Federal.

Para que o acompanhamento ocorra, os dados sobre a escola das crianças e dos adolescentes devem estar informados corretamente no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e no Sistema Presença. Por isso, caso o estudante tenha mudado de escola, a família deve atualizar a informação junto à coordenação municipal do Bolsa Família.

AUTOR: O Povo

JOVEM É MORTO COM CERCA DE 5 TIROS, EM JOÃO PESSOA (PB)

Local onde o corpo foi encontrado Reprodução/O Cabuloso

Um jovem de 23 anos foi morto com cerca de cinco disparos na comunidade Saturnino de Brito, no bairro do Varadouro, região central de João Pessoa, na noite desta segunda-feira (21). A vítima sofreu tiros na cabeça e morreu no local.

Segundo o cabo M. Aurélio, do 1º Batalhão da Polícia Militar, o jovem foi atingido por projéteis de diferentes calibres, que ainda serão identificados por peritos do Instituto de Polícia Científica, que estavam no local no momento de fechamento desta matéria. “Esse fato pode indicar que mais de um bandido atuou no homicídio”, disse o cabo.

No local, segundo a PM, não houve testemunhas e a população prefere não comentar o ocorrido. O pai da vítima esteve na cena do crime e relatou à polícia que não sabe quem cometeu o crime e quais os motivos.

Após perícia, o corpo deveria ser direcionado à Gemol da Capital, no bairro do Cristo Redentor, Zona Oeste, onde passaria por necropsia e seria liberado para sepultamento.

AUTOR: PORTAL CORREIO

5 SUSPEITOS MORREM E 3 PESSOAS FICAM FERIDAS EM TENTATIVA DE ASSALTO A PM, NA PARAÍBA

Na parede da casa, marcas de tiros FOTO Polícia Militar

Cinco suspeitos morreram e três pessoas ficaram feridas durante uma troca de tiros que deixou Lagoa Seca sitiada na tarde desta segunda-feira (21), na Região Metropolitana de Campina Grande, a 130 km de João Pessoa. O grupo pretendia assaltar a casa de um policial militar.

De acordo com a Polícia Militar, quatro deles invadiram a casa de um policial da cidade e um quinto homem deu cobertura ao grupo, do lado de fora. Na residência, o policial estava em um quarto, enquanto a irmã dele, a mãe e a companheira viam televisão em outro cômodo.

Na invasão, o policial percebeu a ação e reagiu. Houve troca de tiros e o grupo tentou fugir, mas acabou sendo perseguido por outros policiais que foram acionados. Foi iniciada uma perseguição com tiroteio e os cinco suspeitos morreram.

Conforme repassado pelo major Gilberto Felipe, subcomandante do 2º Batalhão da PM, o soldado de 29 anos, que seria o alvo dos bandidos, a mulher dele e a irmã ficaram feridos e foram levados para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina. A assessoria da unidade de saúde informou que as duas mulheres já tiveram alta e que o policial ferido ainda se encontra na Unidade de Terapia Intensiva, mas apenas por precaução, pois ele está consciente, orientado e fora de perigo.

O major disse que Lagoa Seca ficou cercada pela polícia até que a situação fosse totalmente controlada.

AUTOR: PORTAL CORREIO

EM JIJOCA (CE), OPERAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR RESULTA NA PRISÃO DE TRÊS PESSOAS SOB A ACUSAÇÃO DE TRÁFICO DE DROGAS

No sábado, 19, uma Operação Blitz itinerante do CPI Norte com 16 policiais militares sob o comando do Tenente Messias Mendes em Conjunto com o Policiamento de Jijoca de Jericoacoara, resultou na prisão de 3 pessoas sendo: 

J.V.S. a mesma portava 8(oito) papelotes de cocaína, 3(três) trouxas de Maconha, 3(três) pedras de Crack, além da quantia de R$ 96,00(noventa e seis reais) em espécie, 2 celulares marca Samsung e LG e uma Calculadora. 

Também foi presa C.J.S., a mesma estava com 53 pedras de crack pesando 11 gramas, 3(três) pedras de Crack pesando 26 gramas, 5(cinco) embalagens contendo Maconha pesando 10 gramas, 11(onze) papelotes de cocaína pesando 4 gramas, 25 gramas de cocaína, a quantia de R$ 330,00 em espécie, 10(dez) celulares de marcas variadas.

Foi preso ainda J.J.A. o mesmo estava com 11 gramas de maconha todos foram conduzidos ate a delegacia de Acaraú onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelo Artigo 33 do da Lei 11.343/06. 

Os mesmos estão recolhidos na cadeia pública local.

AUTOR Destacamento PM Jijoca

ATUALIZAÇÃO: FRANCÊS É PRESO ACUSADO DE EXPLORAÇÃO SEXUAL DE ADOLESCENTES, EM FORTALEZA (CE)

Delegada Ivana Timbó, titular da Dececa, disse que a operação foi desencadeada após denúncias da exploração contra adolescentes FOTO: RUI NÓBREGA
Gerard Charles Mathy,66, foi acusado de explorar sexualmente adolescentes FOTO: DIVULGAÇÃO

Um francês foi denunciado por exploração sexual de menores e acabou sendo preso em flagrante com material pornográfico armazenado em celulares e no computador do suspeito. 

Gerard Charles Mathy, 66, foi detido, na tarde do último domingo em um apartamento na Rua Barão de Aracati, no bairro Meireles, após quase dois meses de investigação da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa). No momento da prisão o suspeito estava na companhia de uma das vítimas, um adolescente de 15 anos.

A denúncia anônima dando conta de que o suspeito levava crianças e adolescentes para o seu apartamento foi feita no fim do mês de maio, e logo a delegada Ivana Timbó designou uma equipe de inspetores da Especializada para apurar o caso. "A prisão foi realizada no último domingo, mas já havíamos tentado prendê-lo outras vezes", contou a delegada titular da Dececa, Ivana Timbó.

Presentes

De acordo com a Polícia, o jovem que estava no apartamento com o francês visitava o suspeito com frequência e mantinha um relacionamento com ele há cerca de um ano. Ele e outros adolescentes foram vistos entrando no prédio durante a investigação. Segundo a delegada, as vítimas recebiam presentes para se relacionarem com o francês.

No apartamento onde o suspeito morava sozinho, além do material pornográfico que era baixado da internet e exibido para as vítimas, foi encontrado também preservativos, três aparelhos celulares, contendo fotos do suspeito com as vítimas e outros objetos que o estrangeiro dava para as vítimas.

Gerard Charles informou para a Polícia que é funcionário público aposentado e que mora em Fortaleza há dez anos. Ele foi ouvido na Dececa e, diante da delegada, negou as acusações. No entanto, conforme Ivana Timbó, uma das vítimas confessou ter ganho um celular do suspeito e disse que mantinha um relacionamento com ele.

Capturas

Após o depoimento, o francês Gerard Charles foi levado para Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), no Centro de Fortaleza, onde permanecerá preso, aguardando vaga em uma das unidades penitenciarias situadas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Segundo Ivana Timbó, o estrangeiro foi preso em flagrante pelo material pornográfico, crime que prevê pena de um a quatro anos de reclusão. De acordo com o artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é proibido "adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente".

Consulado

A titular da Dececa informou que o Consulado da França no Ceará será notificado sobre a situação de Gerard Charles. Conforme a delegada, ele deve responder também por exploração sexual de crianças e adolescentes, e se condenado, poderá pegar pena de quatro a dez anos de reclusão.

A mãe do adolescente foi chamada pela delegada para comparecer à Dececa, na manhã de ontem, mas a mulher disse que estava trabalhando e não poderia ir naquele momento. A delegada deve marcar uma nova data para que os responsáveis pelo adolescente estejam na Delegacia e tomem ciência do caso.

O número do telefone para fazer denúncias sobre casos de exploração sexual de crianças e adolescentes é o disque 100, ou pelo 3101.2495.

AUTOR: DN

14 FOGEM DE CADEIA PÚBLICA DE JAGUARUANA (CE)

Quatorze internos fugiram da Cadeia Pública da cidade de Jaguaruana, a 183 km de Fortaleza, na tarde de ontem. Os presos aproveitaram o momento da aula, que acontece no turno da tarde, cavaram um buraco no chão e conseguiram escapar. Na hora da fuga, apenas um policial estava de serviço na Cadeia.

Era para ser mais uma tarde de aula normal para os detentos da Cadeia Pública de Jaguaruana. Entretanto, 14 dos presos alocados na unidade aproveitaram o momento e, ao invés de estudar, decidiram fugir.

De acordo com o policiamento do local, apenas uma pequena parte dos detentos participa das aulas, que não são obrigatórias. O restante fica no banho de sol, soltos, no pátio da Cadeia. "Enquanto a professora ensinava os que queriam, o restante aproveitou e fugiu", disse um policial, identidade preservada.

Durante a aula, os presos que não se interessaram pelo aprendizado ficaram soltos no pátio, arquitetando a fuga. Aproveitando a ausência de agentes que poderiam intimidar qualquer ação hostil, o grupo que fugira cavou um buraco no chão, próximo à guarita, com acesso à rua.

Sem serem percebidos, escaparam do prédio por volta das 16h30. Dos 14 fugitivos, quatro foram recapturados, até o fechamento desta edição.

Problemas

Como costumeiramente relatado pelos policiais das cidades do Interior do Ceará, Jaguaruana sofre com o baixo número do efetivo disponível. No momento da fuga, havia apenas um policial na cadeia.

Atendendo a cidade, apenas outros "três ou quatro" policiais militares, em uma viatura, segundo denunciam os próprios agentes militares.

Um dos policiais, ao conversar com a reportagem sobre a situação da fuga dos presos da Cadeia Pública, reclamou da situação da segurança em toda a cidade de Jaguaruana.

"São apenas seis policiais por turno. Fica um na cadeia, um permanente e quatro, às vezes só três, na viatura, patrulhando toda a cidade. É uma situação de precariedade total", revelou.

Bolo de maconha

Policiais do Destacamento Militar do município de Icapuí, a 202 Km da Capital, apreenderam na noite da última sexta-feira (18), em uma pousada localizada na Praia da Redonda naquele município, o restante de um bolo feito com vodka e maconha como ingredientes.
De acordo com a Polícia, o gerente da pousada produziu um bolo para comemorar o aniversário de um amigo. Segundo os policiais, após comerem, três pessoas sentiram-se mal e foram levadas ao hospital municipal. 

O gerente da pousada prestou esclarecimentos e foi liberado.
AUTOR: DN

JOVEM QUE COMANDAVA QUADRILHA É CAPTURADA

Delegado adjunto da DRF, Eduardo Tomé, forneceu detalhes sobre a prisão
Francisca Valeska Pereira Monteiro é acusada de praticar vários assaltos e chefiar quadrilha de assaltantes FOTOS: ÉRIKA FONSECA

Uma jovem, de apenas 20 anos, acusada de comandar a "Quadrilha do Zé da Barra", associada à prática de vários crimes como roubos a residências e estabelecimentos comerciais na Capital. Francisca Valeska Pereira Monteiro foi presa na noite do último dia 17, saindo da academia que frequentava, no Jardim Iracema, Zona Oeste da Capital.

Capturada, ela confessou alguns dos crimes que cometeu menos de 24 horas antes, entre eles, os roubos de duas caminhonetes de luxo.

De acordo com o delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Eduardo Tomé Santos Gomes, Valeska, também conhecida como 'Valesquinha', foi reconhecida por vítimas e assumiu a chefia do bando na ausência de 'Zé da Barra', que está preso.

Valeska foi identificada após um assalto cometido no bairro Aldeota. Ela e um comparsa tomaram um veículo Pajero. A mulher foi reconhecida pela vítima, através de fotografia apresentada pelos policiais.

Valeska é suspeita de liderar uma quadrilha de assaltantes que ataca comércios e estabelecimentos. Ela já responde por assalto e foi autuada por roubo qualificado. Segundo o delegado, ainda deverá ser indiciada também por associação criminosa. Segundo as vítimas, Valeska era quem comandava toda a ação. "Os depoimentos tomados confirmam que ela liderava o bando. Enquanto um homem apontava a arma para as vítimas, Valeska dava as ordens. Outro comparsa dava apoio. Mas na ação, era Valeska quem dizia o que cada um tinha de fazer", afirmou Tomé.

Quadrilha

Para a Polícia, a função da jovem era também abastecer os membros da quadrilha que estavam presos através da aquisição de chips e aparelhos celulares.

"A quadrilha é especializada em assaltar comércios. Logo, suspeitamos que os carros roubados eram usados para dar apoio nos crimes. A Pajero roubada foi localizada na noite do roubo. A L200, acreditamos que também foi recuperada, já que o dono não prestou queixa. Entretanto, os pertences da vítima, celulares e cartões de crédito, não foram localizados", disse. "Segundo a vítima, foram comprados cerca de 10 chips e recargas de celular com o cartão de crédito roubado, minutos depois do assalto. Acreditamos que serão usados em crimes de dentro da cadeia".'

AUTOR: DN

MORRE TERCEIRA VÍTIMA DE TIROTEIO NA PRAIA DA ABREULÂNDIA (CE)

Uma das vítimas, identificada como Marcos Vinícius, foi baleada nas costas. Um dos tiros atingiu a cabeça e ela morreu no local FOTO: KID JÚNIOR

Subiu para três o número de mortos no atentado ocorrido na tarde do último domingo na Praia da Abreulândia. Francisco Alisson da Silva Nascimento foi levado para o hospital, mas morreu. Além dele, também foram mortos um homem identificado apenas como Marcos Vinícius e Renan de Oliveira Gomes.

De acordo com informações de testemunhas que estavam na barraca onde as vítimas foram atingidas, cerca de 200 pessoas se divertiam no estabelecimento quando um grupo armado saiu de um táxi nas proximidades da Barraca do Antônio e passou a perseguir e atirar em dois homens. Enquanto corria, Marcos Vinícius foi atingido nas costas por três disparos. Um dos tiros atingiu a cabeça de Marcus e ele morreu no local.

Já Francisco Alisson tentou se esconder em um clube, mas acabou baleado. Ele foi levado por uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) para o hospital, mas não resistiu.

A terceira vítima, Renan Oliveira, seria um dos clientes das barracas e não era alvo dos criminosos. Ele foi baleado na cabeça durante o tiroteio e morreu.

AUTOR: DN

segunda-feira, 21 de julho de 2014

PORTUGUESA PROCURADA PELA INTERPOL É PRESA AO PRESTAR QUEIXA, NO RIO DE JANEIRO

Uma portuguesa procurada pela Interpol foi presa no domingo (21) quando registrava queixa na delegacia de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Telma Sofia Couto, de 27 anos, foi até a unidade denunciar que havia sido agredida pelo companheiro.

Durante o depoimento, ela assumiu, segundo agentes, que era procurada pela polícia internacional por suspeita de tentar matar o ex-marido na Suíça. 

Após o registro, o companheiro dela, Max Gleisson da Silva, foi autuado por lesão corporal.

AUTOR: G1/RJ
Real Time Analytics