I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

APROVEITE!

APROVEITE!
CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA SUPER OFERTAS PARA VOCÊ!
SEJA MUITO BEM VINDO, E TENHA UMA ÓTIMA LEITURA!.

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

11Bets+ UNE A SUA PAIXÃO PELO ESPORTE COM A OPORTUNIDADE DE GANHAR DINHEIRO EXTRA!

11Bets+ UNE A SUA PAIXÃO PELO ESPORTE COM A OPORTUNIDADE DE GANHAR DINHEIRO EXTRA!
CONTATOS: (88) 99999-1564 / (88) 99305-7900 (WhatsApp)

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

SEJA VOCÊ O PRÓXIMO GANHADOR DE TIANGUÁ (CE)

SEJA VOCÊ O PRÓXIMO GANHADOR DE TIANGUÁ (CE)
ADQUIRA JÁ SUA CARTELA, E BOA SORTE!

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

CURTA A MAIS NOVA PÁGINA DESTE BLOG, NO FACEBOOK!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA
ATENDIMENTO DELIVERY DO SUPRA SUPERMERCADO LIGUE: (88) 9-9210.0302/9-9737.3611/9-9434.7201

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!
EM SOBRAL, UBAJARA E TIANGUÁ - FONES: (88) 3611-5346/99244-7730/9931-8511/3671-1144/99428-2616/99739-8777

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!
RUA VEREADOR MANOEL FROTA 539 - CENTRO - TIANGUÁ/CE

FAZENDO VALER SUA IDEIA!

FAZENDO VALER SUA IDEIA!
FAÇA AQUI SUA DIVULGAÇÃO!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

EM GOIÁS (GO), MP DENUNCIA MÃE E PADASTRO POR MATAR MENINO ASFIXIADO

Mãe e padrasto são denunciados por matar menino enforcado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) denunciou o casal Jeannie da Silva de Oliveira e Renato Carvalho Lima pela morte do menino Antônyo Jorge Ferreira da Silva, de 9 anos, filho da denunciada e enteado do denunciado, em Goiânia. O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) confirmou que o documento já chegou ao órgão, mas ainda deve ser apreciado pelo juiz, que pode ou não aceitar a denúncia.

Conforme o documento emitido pelo MP-GO no último dia 6 de junho, o casal é denunciado pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver e comunicação falsa de crime. Segundo o órgão, a mulher pediu ao companheiro que matasse o menino.

Também conforme a denúncia, o homem matou o menino asfixiado e escondeu o cadáver da vítima em um matagal. O documento relata ainda que o casal comunicou à Polícia Civil que o menino havia sido sequestrado por causa de uma dívida do padrasto. O casal está detido por prisão preventiva.

A advogada da mãe da criança, Rosângela Borges Freitas Feliciano, disse que já pediu a soltura da cliente, que ainda será analisada pela Justiça. A defensora afirma que a mulher não sabia do crime, acreditava que o filho havia sido sequestrado e até fez um empréstimo para negociar com os supostos sequestradores.

“Não há razão para o indiciamento dessa mulher. A prisão dela é um ultraje, porque ela perdeu o único filho que tinha e está sendo acusada de algo que não fez”, disse ao G1 por telefone.

A Defensoria Pública do Estado de Goiás, que representará o denunciado, informou ao G1 por meio de nota que "cumprirá seu papel constitucional garantindo a defesa do acusado Renato Carvalho Lima, dentro do que prevê a Constituição Federal, seguindo o princípio de ampla defesa e do contraditório".

Antônyo Jorge Ferreira foi morto e colocado em uma caixa (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Crime


O homicídio aconteceu no dia 19 de maio. Renato confessou que matou o menino estrangulado e alegou que agiu a pedido de Jeannie, que nega participação no assassinato. Ela também teria entregue as chaves de casa ao companheiro, no entanto, imagens de câmeras de segurança mostram que o homem precisou chamar um chaveiro para abrir a residência.


Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram quando Renato vai buscar um chaveiro para abrir a porta da casa onde a vítima estava, na Vila Luciana. As imagens mostram ainda o profissional saindo do local sozinho. A mesma câmera também registrou depois Renato e a vítima indo a pé até o imóvel que fica sobre uma oficina, onde a criança foi morta, no Setor Nunes de Morais.

Dois dias após o crime, no dia 21 de maio, o casal foi até a Polícia Civil para registrar um falso desaparecimento. Na época, o delegado responsável pelo caso, Valdemir Pereira, relatou as contradições na denúncia.

“Segundo a mãe, o filho tinha sido levado por traficantes por uma dívida de R$ 850 do companheiro. Porém, questionado, o padrasto não soube informar para quem ele devia e nem como tinha contraído aquela dívida”, disse o delegado.

Confissão

Em um vídeo feito pela Polícia Civil, Renato aparece explicando como matou o menino. “Passei um lençol no pescoço dele, abracei e dei um mata-leão, enforquei até ele ficar sem ar. Eu vi que não estava conseguindo finalizar. [...] Aí eu apertei ele com mais força, peguei o lençol e comecei a sufocar ele. Passei o pano por cima do pescoço e pisei em cima”, disse na gravação.

Após a morte, Renato colocou o corpo do garoto em uma caixa de papelão e levou a um terreno baldio. O padrasto levou a polícia até o local. O cadáver foi encontrado enrolando em cobertas.

O pai do menino, o carpinteiro Claudemilton Ferreira de Souza, de 32 anos, tentou levá-lo para ser sepultado em Boa Vista (RR), onde mora, mas não conseguiu por causa do estado de decomposição. Assim, o enterro ocorreu em Goiânia.

AUTOR: G1/GO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O TIANGUÁ AGORA descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

TIANGUÁ AGORA NO TWITTER!

Real Time Analytics