I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

APROVEITE!

APROVEITE!
CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA SUPER OFERTAS PARA VOCÊ!
SEJA MUITO BEM VINDO, E TENHA UMA ÓTIMA LEITURA!.

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

SEJA VOCÊ O PRÓXIMO GANHADOR DE TIANGUÁ (CE)

SEJA VOCÊ O PRÓXIMO GANHADOR DE TIANGUÁ (CE)
ADQUIRA JÁ SUA CARTELA, E BOA SORTE!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTA O TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

CURTA A MAIS NOVA PÁGINA DESTE BLOG, NO FACEBOOK!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA

FAÇA SUAS COMPRAS SEM SAIR DE CASA
ATENDIMENTO DELIVERY DO SUPRA SUPERMERCADO LIGUE: (88) 9-9210.0302/9-9737.3611/9-9434.7201

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET BANDA LARGA AGORA FIBRA ÓPTICA!
EM SOBRAL, UBAJARA E TIANGUÁ - FONES: (88) 3611-5346/99244-7730/9931-8511/3671-1144/99428-2616/99739-8777

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!

ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA, LIGUE LOGO!
RUA VEREADOR MANOEL FROTA 539 - CENTRO - TIANGUÁ/CE

FAZENDO VALER SUA IDEIA!

FAZENDO VALER SUA IDEIA!
FAÇA AQUI SUA DIVULGAÇÃO!

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

CASAS BAHIA É CONDENADA A PAGAR R$ 20 MIL A EX-FUNCIONÁRIA, EM JUAZEIRO DO NORTE (CE)

Casas Bahia condenada a pagar R$ 20 mil a ex-funcionária (Foto: Reprodução)

A loja do grupo Via Varejo S.A. ‘Casas Bahia’ de Juazeiro do Norte foi condenada a indenizar em R$ 20 mil uma ex-funcionária. A decisão é da juíza do trabalho, Fernanda Monteiro Lima Verde, que considerou a empresa responsável por danos morais contra a trabalhadora. De acordo com o processo, a vendedora era obrigada realizar vendas casadas, o que é proibido por lei.

Conforme os autos da ação, o responsável pela empresa obrigava a vendedora a efetuar ‘venda casada’, garantia estendida, seguro contra roubo, multi assistência além de outros serviços. Ela era coagia sob ameaças de punições e demissão caso não atingisse as metas estabelecidas, que no processo, foi classificada como inalcançáveis.

Na defesa, a empresa negou que praticasse assédio moral contra a vendedora e que as metas estabelecidas não eram abusivas, mas estavam dentro do previsto. Sobre a chamada ‘venda casada’, a empresa negou a desenvolvesse a prática, mas que os serviços eram ofertados sem compromisso aos clientes.

Na sentença proferida no último dia 29, a juíza condenou a empresa a reparar a ex-funcionária por danos morais a vendedora.

AUTOR: AGÊNCIA MISÉRIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O TIANGUÁ AGORA descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

TIANGUÁ AGORA NO TWITTER!

Real Time Analytics