I

LEITORES DO TIANGUÁ AGORA!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TIANGUÁ AGORA - ÚLTIMAS NOTÍCIAS!!!

CURTIR TIANGUÁ AGORA NO FACEBOOK!

TELEFONES IMPORTANTES!

TECNO FILMES DO BRASIL

GRUPO GEAN - ÓTICA GEAN E HOTEL GEAN

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

MENINA DE 4 ANOS MORRE AO SER ATINGIDA POR ROJÃO

Jamili foi atingida por um rojão e caiu na piscina (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Jamili Souza da Silva, de 4 anos, morreu ao ser atingida por um rojão e depois cair dentro de uma piscina, em Porto Velho. O fato ocorreu por volta das 20h do domingo (7), no Bairro Três Marias, em Porto Velho, em um clube onde a menina estava junto com a mãe. A família comemorava o resultado das eleições municipais.

A mãe da criança, Maria das Judas de Souza, conta como foi o desespero de quando aconteceu o acidente. "Eu estava perto dela, olhando para ela, quando eu vi a explosão. Na hora, eu vi aquele clarão e saí correndo para pegar a minha filha. Eu só ouvi aquele barulho e aquele clarão, e a água da piscina subindo. Quando a tiramos da água, ela já estava colocando sangue pela boca. Não queria que isso acontecesse", conta, chorando.

Ana Luísa Leocádia, tia de Jamili, conta que a criança estava na escada da piscina do clube quando foi atingida na cabeça por um rojão. Jamili caiu dentro da piscina e foi socorrida pelas pessoas que estavam no local. "Ainda tentamos reanimá-la, mas quando tentamos fazer massagem cardíaca ela já estava cuspindo sangue e aí não resistiu", explica.

A irmã da menina, de 5 anos, também foi atingida e teve ferimentos nas mãos.

O rapaz que soltou o rojão, José Nilton Ferreira da Silva, de 19 anos, foi preso em flagrante pela polícia após ter fugido para a casa da irmã, que fica em frente ao clube. "Foi um acidente. Eu não tinha raiva de ninguém, não queria que acontecesse isso. Eu estou muito arrependido do que fiz", diz.

Segundo Silva, ele se assustou ao acender o artefato e o jogou no chão. Os rojões dispararam e acertaram a criança, que caiu na piscina.
Tia da menina contou que ainda tentaram reanimar Jamili, mas ela não resistiu (Foto: Larissa Matarésio/G1)

José Dilson de Oliveira, que mora perto do clube, conta que as pessoas que estavam no local começaram a correr atrás de Silva. "Todo mundo começou a correr atrás dele. Se ele não tivesse entrado na casa da irmã, o Nilton teria sido linchado", afirma.

A perícia da Polícia Civil foi até o local na manhã desta segunda-feira (8) para fazer a vistoria. O laudo deve ficar pronto em até 30 dias.

O velório de Jamili está previsto para acontecer no final da tarde desta segunda-feira.

AUTOR: G1/RO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O Tianguá Agora descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Real Time Analytics